Gestão por objectivos

Publicada por José Manuel Dias


Gestão por Objectivos ( Management by Objectives), conceito desenvolvido por Peter Drucker nos anos 50, é caracterizada como um método de planeamento e avaliação, baseado em factores quantitativos, pelo qual superiores e subordinados elegem áreas prioritárias, estabelecem resultados a serem alcançados, dimensionam as respectivas contribuições e procedem ao sistemático acompanhamento do desempenho.
No livro " The Practice of Management", publicado em 1954, Drucker apresentou uma lista de prioridades para a gestão do futuro, a primeira das quais era a «gestão por objectivos». Muitas vezes, de acordo com a sua perspectiva, os gestores perdem a noção dos seus objectivos devido à «armadilha da actividade». Andam atarefados no seu quotidiano mas não têm uma noção clara sobre a verdadeira situação das respectivas empresas. Importava, assim, no seu entender, definir novos princípios de gestão: primeiro, determinar os objectivos de negócio; depois estabelecer o plano para alcançar esses objectivos de forma eficiente; e, por fim, implementar o plano.
O Governo anunciou em Maio passado a intenção de trazer para o sector empresarial público "o que de melhor se faz no sector privado e nos outros países". De acordo com informação veiculada pela imprensa a maioria dos 30 organismos, empresas e institutos públicos tutelados pelo Ministério das Obras Públicas, Transportes e Comunicações vão passar a ser geridos por objectivos, até ao final de 2006. Os gestores públicos passarão a ter " cartas de missão para os respectivos mandatos" e "prémios indexados ao desempenho - medido através de relatórios mensais, trimestrais e anuais".
Esperemos que no futuro se premeie os bons gestores públicos e se penalize os maus, avaliados de acordo com critérios objectivos num quadro bem definido de relacionamento com o accionista (o Estado).

3 comentários:

  1. Lena Casas Novas disse...

    Caro,josé Manuel.Bom saber que existe Blogs excelentes como o seu.Com certeza pode linkar-me(pode copiar a Tag do próprio portal já disponível.Da mesma forma retribuo a gentileza.Quando Vc acessar o Portal verá o seu link.

    Abs

  2. migas (miguel araújo) disse...

    Caro José Dias
    Concordo que as empresas públicas, assim como as privadas, devem ter objectivos e metas bem delineadas como princípio de acção e estratégia.
    É mais fácil de aingir a rentabilidade, sustentabilidade e eficácia necessárias.
    Mas entendo que estes aspectos, partindo de quem tem a responsabilidade de gerir e orientar, não deveriam estar confinados a esses lugares.
    Até porque que tem por tarefa executar tem a responsabiliddae idêntica de quem gere ou orienta no sucesso do alcance dos objectivos determindados.
    Não me parece justo que só seja responsabilizado quem lidera.
    Até porque no caso concreto do sector público, é muito fácil "bloquear" estartégias e sair-se impune.
    Cumprimentos.

  3. José Manuel Dias disse...

    Lena, obrigado pela apreciação.
    Já vi que o Cogir foi linkado. Vou providenciar o mesmo.
    Bjs