Diagnóstico

Publicada por José Manuel Dias


O termo diagnóstico pertence ao vocabulário da Medicina. No entanto, fazem-se, com alguma frequência, diagnósticos a empresas com o propósito de descobrir os seus defeitos e adoptar as medidas correctivas adequadas. Uma análise crítica focalizada no funcionamento de uma dada empresa, poderá identificar defeitos e insuficiências como, por exemplo, na respectiva estruturação, nos métodos produtivos, na gestão dos stocks, na área comercial, bem como relevar os aspectos positivos.
Uma empresa quando é criada tem sempre um objectivo e é (ou deve ser) estruturada em função desse objectivo, reunindo os meios humanos e materiais julgados adequados. Esta reunião não é, contudo, tarefa fácil, daí resultando, muitas vezes, desajustamentos entre os meios afectos e os resultados desejados. Na maioria das situações estes desequlíbrios decorrem da própria evolução da empresa e/ou das próprias alterações dos mercados.
O diagnóstico da empresa tem um duplo propósito : o exame da situação da empresa e o estudo do funcionamento das suas diversas áreas. Pretende-se dar resposta às seguintes preocupações:
1) Verificar os procedimentos internos;
2) Identificar causas de deficiência;
3) Evidenciar pontos fracos e definição de meios para eliminar falhas;
4) Optimizar níveis de rentabilidade;
5) Clarificar propósitos estratégicos da empresa e escolha de meios para monitorar desempenho;
6) Situar empresa em relação aos concorrentes;
7) Determinar o valor financeiro da empresa.
O diagnóstico não se pode limitar a elencar as deficiências e pontos fracos duma empresa, deve constituir-se como um instrumento de mudança, traçando novos caminhos e identificando recursos a afectar, viabilizando as melhores escolhas em ordem a concretizar os propósitos dos empresários. O diagnóstico não revela apenas a doença indica, de igual modo, o tipo de tratamento a aplicar.

9 comentários:

  1. gdummont disse...

    Filosofia e poesia, cada qual no seu campo, também podem realizar diagnóstico dos males do tempo e da humanidade...
    Agradeço a sua gentil visita, prezado João Manuel, e aqui estou para deixar-lhe o meu abraço paulista do Brasil.

  2. + Kazzx + disse...

    Caro José Manuel,

    Muito obrigado pela visita e comentário no gotas, estou assisitindo Portugal e torcendo muito por Felipão....

    Abçs

  3. AC disse...

    Parabéns pelo blog. Os temas interessam-me particularmente já que também passei pela área.
    Voltarei.
    Cpts.

  4. ariadne disse...

    Olá, venho agradecer a visita no Fio e prometo amanhã vir aqui com mais tempo. É que visito os blogs dos amigos aos domingos. Por coincidencia postei sobre Portugal agora há pouco. Estou nestes dias com Portugal na cabeça. Primeiro por causa do time de futebol e segundo por causa do Eça, comecei o Primo Basílio ontem e estou adorando. Parabéns pelo time, na próxima o Deco joga e acredito que pegam os Franceses. Peguem-os por nós, sim?

    abraço.

  5. Thiago Forrest Gump disse...

    É bem verdade.

    O contador é o médico da empresa.

  6. José Manuel Dias disse...

    Olá Gdummont

    Subscrevo a leitura efectuada. Não basta ver, é preciso analisar e dar a conhecer...
    Grato.

  7. José Manuel Dias disse...

    Olá Marcos!

    A língua portuguesa é o cimento agregador das nossas comunidades. O futebol também nos torna mais próximos. Sabemos que muitos milhões se revêem nos feitos de Portugal!
    Um abraço

  8. José Manuel Dias disse...

    Olá Abel Cunha!

    Obg pela participação. Tendo em conta o histórico profissional muito apreciaria novos contributos. Partilhar saberes e experiências é uma das exigências para uma sociedade mais competitiva.
    Cumps

  9. José Manuel Dias disse...

    Viva Thiago,

    Grato pela visita.

    Cumps