Empreendedorismo (2)

Publicada por José Manuel Dias


No dia em que se inicia o debate parlamentar (*) sobre os critérios de afectação de cerca de 45% da riqueza nacional, que o mesmo é dizer como vão ser distribuídos os dinheiros públicos (provenientes dos nossos impostos e da dívida pública), pareceu-nos oportuno trazer a este espaço uma pequena reflexão sobre a importância do empreendedorismo. Para Peter Drucker "...inovação é a função específica do empreendedorismo, seja num negócio existente, numa instituição pública de serviços ou num novo empreendimento iniciado por um indivíduo na cozinha da família".
Vivemos numa época de profundas mudanças, enfrentamos uma concorrência globalizada, os níveis de desemprego são elevados e as taxas de crescimento económico são reduzidas. O empreendedorismo pode ser a chave para a resolução de muitos dos nossos problemas. As escolas não podem continuar a formar pessoas para serem empregados por conta de outrem (de preferência na Administração Pública porque a estabilidade era garantida). A escola tem de fomentar uma cultura empreendedora que ultrapasse a aversão ao risco e o estigma do insucesso. Aplaudimos, por tudo isto, a decisão o governo de "introduzir o ensino do empreendedorismo em escolas secundárias", conforme previsto no Plano Nacional de Crescimento e Emprego para 2007-2013.
(*) 6 de Novembro de 2007

1 comentários:

  1. Joana Dalila Santos disse...

    Ora porque é que se discute para onde vão os nossos impostos? Isso é daquelas questões dignas de aparecerem no livro das Grandes Questões Científicas (respondida por mim claro)