De tudo ficaram 3 coisas:

Publicada por José Manuel Dias


a certeza de que estamos sempre começando...
a certeza de que é preciso continuar...
a certeza de que seremos interrompidos antes de terminar...
PORTANTO DEVEMOS
fazer da interrupção um caminho novo...
da queda um passo de dança...
do medo, uma escada...
do sonho, uma ponte...
da procura... um encontro

Fernando Pessoa (1888,1935), considerado um dos maiores poetas portugueses. Quem desejar saber mais pode espreitar aqui.

5 comentários:

  1. Santa disse...

    Quanto tempo! Ando muito triste com o que está acontecendo por aqui... Além de tudo que penamos pela incompetência administrativa, mais esse acidente aéreo. Matou 200 pessoas vindas da terra onde nasci. O País sofre, de norte a sul.

    Fernando Pessoa... Me chega na hora certa, em que estou quase desistindo.

    Um beijo aqui do Brasil

  2. » Guilherme Roesler disse...

    Fernando pessoa dispensa qualquer tipo de apresentação.

  3. veritas disse...

    Obrigada pelo excelente momento de reflexão...

    Bjs. Bom fim-de-semana.

  4. Marechal Ney disse...

    Olá Zé Manel:

    Há dias tive uma conversa com o Fernando Pessoa.

    Sentados lado a lado, conversando,(convenhamos que não foi muito falador) assistimos os passantes a olhar-nos com indisfarçável curiosidade.
    No Chiado.

    Ah! Em Azurva, ali em baixo, há uma rua chamada Fernando Pessoa.

    Um xi do
    Marèchal Ney

  5. MAYA disse...

    Hola Manuel:

    Hermoso extracto de la poesía de Fernando Pessoa. Uno de los poetas más importantes junto a Neruda. Sus escritos siempre me maravillan y encontrarlo acá ha sido todo una sorpresa y un regalo.

    Con la certeza de que siempre estamos comenzando...
    Con la certeza de que es preciso continuar..
    Con la certeza de que seremos interrumpidos antes de terminar...
    POR LO TANTO DEBEMOS...

    Lograr un encuentro con nosotros mismo sin miedo y mirando al futuro.

    Ojalá me entiendas.

    Un gran abrazo.

    Maya