Um filósofo entre engenheiros

Publicada por José Manuel Dias



Uma máquina já venceu o melhor jogador de xadrez do mundo, Garry Kasparov. Mas será alguma vez um conjunto de máquinas capaz de vencer a selecção campeã mundial de futebol? A pergunta pode parecer disparatada. Pura ilusão. Desenhar uma máquina para vencer o melhor jogador do mundo de xadrez é "pensar que só há inteligência do pescoço para cima". Desenhar uma equipa de robôs que consiga vencer Cristiano Ronaldo e os seus companheiros é partir do princípio de que "a inteligência é muito mais do que isso". Quem o diz é Porfírio Silva.
Porfírio Silva nasceu em Aveiro, tem 45 anos. Foi Presidente da Associação de Estudantes da Escola Secundária Homem Cristo. Doutorado em Filosofia. Especialista em inteligência artificial. É com profundo orgulho que o incluo no grupo dos meus amigos. Tem um Blogue que merece ser visitado: o Machina Speculatrix.

4 comentários:

  1. A.J.Faria disse...

    Caro, J.M.Dias!
    A evolução da ciência já permite efectuar verdadeiros "milagres", embora não necessários nesta área.
    Um abraço!

  2. Porfirio Silva disse...

    Obrigado. Sem comentários, excepto para dizer que na luta se molda o aço. E a amizade. Que tu actualizaste, por meios que alguns conhecem e não vem ao caso publicitar aqui.
    Abraço.
    Porfírio

  3. rosa dourada/ondina azul disse...

    Onde iremos para com tantas "descobertas"...

    Boa semana,

  4. veritas disse...

    Deixaste-me a reflectir...Gostei também de ouvir falar no meu antigo liceu...tantas saudades...tantas conquistas...

    Bjs. Boa semana.