Existimos em Função do Futuro

Publicada por José Manuel Dias


Tentai apreender a vossa consciência e sondai-a. Vereis que está vazia, só encontrareis nela o futuro. Nem sequer falo dos vossos projectos e expectativas: mas o próprio gesto que surpreendeis de passagem só tem sentido para vós se projectardes a sua realização final para fora dele, fora de vós, no ainda-não. Mesmo esta taça cujo fundo não se vê - que se poderia ver, que está no fim de um movimento que ainda não se fez -, esta folha branca cujo reverso está escondido (mas poderia virar-se a folha) e todos os objectos estáveis e sólidos que nos rodeiam ostentam as suas qualidades mais imediatas, mais densas, no futuro. O homem não é de modo nenhum a soma do que tem, mas a totalidade do que não tem ainda, do que poderia ter. E, se nos banhamos assim no futuro, não ficará atenuada a brutalidade informe do presente? O acontecimento não nos assalta como um ladrão, visto que é, por natureza, um Tendo-sido-Futuro. E, para explicar o próprio passado, não será a primeira tarefa do historiador procurar o futuro?
Jean-Paul Sartre ( 1905/1980) , in 'Situações I', ensaio político.

11 comentários:

  1. Barbara disse...

    Obrigada pela visita ao meu cantinho. Espero que o teu Natal também tenha sido do teu aprazimento.

  2. LUA DE LOBOS disse...

    que saudades de Sartre... era o meu "heroi" nos anos sessenta:)
    Um bom ano cheio de tudo o que desejo para os meus:)
    xi
    maria de são pedro

  3. Orlando Tambosi disse...

    José Manuel,

    obrigado por teus comentários. Agora terei mais tempo também para visitar os amigos.
    Um grande abraço e Feliz Ano Novo (esse futuro que já está aí....)

  4. Anónimo disse...

    Bom dia José Manoel:
    Muito obrigada por sua gentil visita, já inclui seu blog na minha lista de Super Blogs.
    Esse intercâmbio entre países irmãos é extremamente salutar e deve ser incentivado.
    Tenho o privilégio de conhecer Portugal e devo lhe dizer q amo sua terra. Os portuguese têm muito a nos ensinar e agora q passamos por momentos difíceis na nossa política, talvez vcs tb possam aprender com os erros q cometemos.
    Um grande abraço á todos os portuguese e em especial á vc,
    Sua amiga do além mar,
    SôniaSSRJ

  5. Poesia Portuguesa disse...

    "...O homem não é de modo nenhum a soma do que tem, mas a totalidade do que não tem ainda, do que poderia ter."

    Feliz Ano Novo :)

  6. Lídia disse...

    Nunca estamos satisfeitos... Surge assim a necessidade de alcançarmos o que não temos.

  7. Anónimo disse...

    Olá José Manuel,

    Bom Ano de 2007.
    Se fores conduzir, não bebas.
    Abraço

  8. José Alberto Mostardinha disse...

    Viva caro José Manuel:

    Venho desejar-te uma passagem de ano com óptima disposição.
    Que 2007 te propicione todas as metas que para ele tens traçadas.
    Muita saúde e felicidades.

    Um abraço,

  9. Anónimo disse...

    Olá!

    Que 2007 seja o ano de concretização de todas as tuas expectativas pendentes e que novas fermentem!!

    Bjs. Boas entradas!

  10. missixty2000 disse...

    O homem almeja sempre algo mais, nunca fica satisfeito com o que obteve (pelo menos, durante muito tempo).Daí que o futuro seja sempre a meta a atingir!
    Feliz 2007, beijinhos da missixty!

  11. Anónimo disse...

    Gostei de ler. É raro hoje vermos Sartre citado.