Ensino Superior : avaliação da OCDE

Publicada por José Manuel Dias


O relatório de avaliação do sistema do ensino superior em Portugal preparado pela Divisão de Educação da OCDE foi recentemente apresentado ao Governo Português. O relatório ressalta os aspectos positivos registados nas últimas décadas em Portugal, nomeadamente em termos de números de inscrições no ensino superior ( de cerca de 30.000 em 1960 para 400.000 em 2000) e identifica os actuais desafios, assim como as principais reformas que deverão ser introduzidas em Portugal.
As recomendações da OCDE organizam-se em seis grandes tópicos, como resumido seguidamente, com referência aos parágrafos específicos do relatório da OCDE : 1) coordenação e gestão do sistema; 2) governação e estatuto legal; 3) financiamento e eficiência do sistema; 4) acesso e equidade; 5) qualidade e excelência nos sistemas de ensino superior e de ciência e tecnologia; 6) abertura das instituições à sociedade.
De entre estes pontos, destacamos :
- O actual sistema de governação das instituições de ensino superior é considerado como esgotado face aos desafios que emergem e deverá ser aberto à sociedade;
- O sistema actual manifesta inúmeras ineficiências, nomeadamente ao nível da duplicação de cursos e programas de estudo com baixa atractividade e de uma insuficiente cooperação e colaboração entr instituições de forma a permitir uma maior mobilidade de estudantes;
- Mais de 15% dos alunos em Portugal não termina o 9º ano e 60% não termina o 12º ano, adicionalmente perto de 40% dos alunos do ensino superior não terminam o seu curso;
- As instituições do ensino superior encontram-se de forma geral excessivamente fechadas e pouco ligadas às necessidades da sociedade e às exigências do mercado de trabalho e manifestam uma insularidade que urge ultrapassar.
O relatório é uma avaliação extensiva, independente e objectiva de acordo com critéros internacionais, visando melhorar e orientar a reoganização e racionalização do sistema de acordo com as melhores práticas internacionais. Temos, pois, um grande caminho pela frente, na procura de uma melhor gestão dos dinheiros públicos, que o mesmo é dizer dos nossos impostos, e na melhoria do ensino, a bem do nosso país.

2 comentários:

  1. 13 disse...

    Comentários... o país está às avessas!

  2. Patacoadas do Cleber disse...

    Que 2007 seja um ano do tamanho dos seus sonhos. Tudo de bom para você e para família e um grande abraço.