Kaizen

Publicada por José Manuel Dias


O Kaizen é uma das muitas ideias orientais que foram adoptadas por empresas ocidentais. O Kaizen, nas palavras de Masaki Imai, antigo Presidente do Instituto Kaizen, significa uma melhoria contínua que envolve todos de igual forma, trabalhadores e gestores. O Kaizen é também conhecido por «refinamento», como um processo pelo qual um diamante é polido até se tornar uma jóia de elevada qualidade. A empresa Toyota é conhecida por aplicar os princípios do Kaisen.
O Kaizen baseia-se em três preceitos estruturantes:
1) os recursos humanos são o bem mais importante de uma empresa;
2) os processos devem desenvolver-se através de uma melhoria contínua;
3) a melhoria deve traduzir-se numa avaliação qualitativa do desempenho nos diferentes processos.
Uma analogia que ilustra estes princípios é a história do "O Tesouro de Bresa". Um pobre alfaiate compra um livro com o segredo de um tesouro. Para descobrir o segredo, ele tem que decifrar todos os idiomas escritos no livro. Com esse propósito tem de estudar e aprender os idiomas. Em resultado dos novos conhecimentos começam a surgir-lhe oportunidades. O alfaiate, lentamente e de forma segura, começa a prosperar. Depois, é preciso decifrar os cálculos matemáticos do livro. É obrigado a continuar os estudos e, por essa via, melhora as suas competências e a sua prosperidade aumenta. No final da história, não existe tesouro algum - na busca do segredo, a pessoa desenvolveu-se tanto que ela mesma passa a ser o tesouro. O processo de melhoria não deve acabar nunca, e os tesouros são conquistados com saber e trabalho. Por isso, a viagem é mais importante que o destino.

7 comentários:

  1. Maréchal Ney disse...

    Zé Manuel:

    Há tempos, a propósito de uma atitude menos correcta de uma figura endinheirada, ouvi o seguinte comentário:

    "Ele pode ter muito dinheiro e até poder, mas não tem os meus conhecimentos, não tem o meu saber.Isto, ele não me pode subtrair."

    Até já,Zé

    Maréchal Ney

  2. BaD disse...

    Excelente a metáfora.

  3. JotaCê Carranca disse...

    Pelo que vejo, em POrtugal, aplica-se o anti-Haizen nos Hospitais Públicos. Fálo porque sei.

  4. Guilherme Roesler disse...

    José, interessante este tesxto, pois existem muitas ideias que nasceram no oriente e que hoje são adotadas pelas nossas empresas; Abração, Guilherme

  5. Kafé Roceiro disse...

    Gostei pacas! Seus ensinamento sempre valem a pena, amigo!

  6. Lena Casas Novas disse...

    É essa técnica oriental aplicada no Brasil, quem sabe tem um grande futuro

  7. Um outro olhar disse...

    de algum modo devia-se a aplicar essa técnica a cada um de nós individualmente, pois só assim cada um evolui, e contribui para o conjunto evoluir

    :)