Pontualidade

Publicada por José Manuel Dias


De acordo com um estudo realizado pela AESE - Escola de Direcção e Negócios, no âmbito do projecto de pontualidade, 95% dos portugueses declara-se como " não pontual" , revelou ontem Diário Económico.
O estudo considera o "panorama geral desolador" o que reforça a necessidade de se levar a efeito uma campanha tendente a alterar este pernicioso comportamento.
A utilização de uma agenda bem organizada e realista é ainda uma prática pouco observada. A maioria das pessoas acaba por agendar mais tarefas do que aquelas que efectivamente pode realizar. Esta situação concorre para o facto de metade das reuniões não cumprir os objectivos para que foram convocadas. Apenas um terço das reuniões começa à hora agendada. As empresas que mais cumprem os horários e os prazos são filiais de empresas estrangeiras. O estudo conclui que a forma como lidamos com a pontualidade marca " a irresponsabilidade social e profissional com impactos na performance do nosso país".
Este fenómeno tem, como todos sabemos, consequências negativas quer no plano individual quer no plano das organizações e tem custos muito elevados. Que fazer então para inverter esta situação?
Podemos, e devemos, generalizar hábitos saudáveis. Horas são horas e uma reunião marcada deve começar a horas, independentemente do número de participantes. Os retardatários compreenderão que o silêncio que se faz à sua entrada, traduz uma censura, ainda que de forma diplomática, e tenderão a cumprir os horários numa próxima vez. Claro que uma das formas de transmissão de valores é o exemplo e, assim, quem tem mais reponsabilidades deve cumprir com o definido e sublinhar o valor do tempo.
Portugal precisa de andar a horas...Será que pode dar algum contributo para que a mudança se concretize?

9 comentários:

  1. CarpeDiemBeHappy disse...

    Concordo na integra com este teu post.

    Até eu já não sou o que era na pontualidade para vir trabalhar...mas ando a melhorar.

    Por aqui na empresa onde trabalho noto bastante esta questão da pontualidade nas reuniões que não se chega a lado de nenhum; no amontoar de tarefas que depois não servem para nada ou ficam arrumadas em segundo plano por ser impossível concretizá-las na altura agendada!

    Beijo e bom fim de semana

  2. Guilherme Roesler disse...

    José, no mundo dos negocios a pontualidade é fundamental. Alem de inspirar confiança, demonstra responsabilidade a respeito do negocio a ser tratado.

    Abraços, Guilherme

  3. José Alberto Mostardinha disse...

    Viva José Manuel:

    Ora aí está uma qualidade onde os portugueses, definitivamente, não são exemplo.
    Esperemos que melhorem nesse sentido.

    O COGIR é blog da semana no Estados Gerais.

    Já estava a merecer... há muito.

    Um abraço,

  4. Elipse disse...

    só quando nos relacionamos com estrangeiros é que nos apercebemos de como somos ridículos... porém, aqui, acabamos por fazer todos o mesmo... andar sempre no limite, desculpando-nos depois com razões várias!
    Que tendência para nos vitimizarmos!!!

  5. Tacitus disse...

    Pontualidade é uma característica que escapa à maior parte dos portugueses. Dirão que faz parte do espirito e do sangue latino, mas já é hora de mudar e Portugal precisa mesmo de andar a horas...mas com tanta greve, marcada para dias muito discutiveis...
    Enfim, boa semana.

  6. Um outro olhar disse...

    concordo em tudo
    sou por norma pontual e gosto de cumprir horários
    mas
    tem muito para mudar ... incluo directores, gerentes, funcionários, pois o atraso desencadeia outros atrasos
    ...
    mentalidades prioritário mudar

    gostei muito pertinente e muito bem escrito

    :)

  7. veritas disse...

    Olá!

    Eu tenho então o orgulho de afirmar que me encontro entre a percentagem dos que são pontuais. Foi um hábito que me ficou desde pequena, tem muito a ver com a responsabilização que sempre me foi incutida.Tenho até a tendência de chegar antes da hora marcada para um compromisso.

    Bjs.

  8. iace disse...

    Portugal devia andar adiantado.
    Quando o dia "arranca" Portugal às 10h, já os alemães levam 3h (contem três) horas a produzir desde as 8h...

  9. Micas10 disse...

    Por natureza eu seria pouco pontual, por isso tenho que fazer um grande esforço, porque é que é mesmo importante ...