Turismo

Publicada por José Manuel Dias


A Agenda para o Desenvolvimento, aprovada pela Assembleia geral das Nações Unidas, reconhece o papel do turismo como " actividade que permite criar benefícios como a criação de infra - estruturas, o aumento do emprego, uma sensibilização acrescida para os problemas do ambiente, maiores contactos internos e internacionais e possibilidades excepcionais de reforço das identidades nacionais".
Aveiro, como sabemos, está integrada na Região de Turismo Rota da Luz. No respectivo site - http://www.rotadaluz.pt/ - definem-se as características distintivas: " A primeira supresa é a de tudo estar tão perto, de como em poucos minutos se pode passar dos extensos areais cheios de sol para a frescura dos pinhais e dos vinhedos, das alturas de ar vivificantes porque, na verdade, apenas alguns quilómetros separam as zonas do litoral de Ovar, Murtosa, Aveiro, Ílhavo e Vagos das serranias verdejantes de Vale de Cambra e de Águeda, ou das margens do Rio Douro, em Castelo de Paiva, permitindo num dia só, bronzear o corpo numa praia e passar horas agradáveis numa paisagem de verdes e água. A segunda é dada pela Ria, pelos seus horizontes feitos de muitos tons de azul, recortados, aqui e além, pelas pirâmides brancas do sal, as velas dos moliceiros, os milheirais e pastagens".
Aveiro e a região, através das suas organizações representativas, não devem negligenciar a importância do turismo, já considerada a maior área de negócio a nível mundial. Melhorar competências neste domínio, pressupõe o desenvolvimento de uma estratégia concertada, entre associações empresariais, autarquias e universidades. Um desafio para a nova equipa da Rota da Luz. Uma aposta que vale a pena!