Formação é prioridade total

Publicada por José Manuel Dias


«A formação tem de assumir-se como uma prioridade total do País nos próximos anos», disse o Primeiro-Ministro na apresentação da campanha de divulgação da Iniciativa novas oportunidades, em 7 de Março. José Sócrates referiu que «em matéria de melhoria da qualificação - tendo Portugal 480 mil jovens entre os 18 e os 24 anos sem o Ensino Secundário concluído - não há receitas milagrosas, nem medidas que respondam aos problemas em meia dúzia de meses». No presente globalizado qualquer cidadão «pode adquirir bens e serviços em qualquer parte do mundo e em poucos segundos»; «mas não podemos importar formação ou qualificação. O desafio da formação é com os portugueses», sublinhou. Para destacar a importância do tema, Sócrates disse que Portugal enfrenta no presente «três grandes desafios: pôr as contas públicas em ordem, aumentar o seu crescimento económico e o mais difícil de todos, porque é de carácter estrutural, qualificar os portugueses». O programa Novas Oportunidades vai qualificar um milhão de pessoas até 2010. Já se registaram alguns progressos relevantes: «Com o alargamento do leque dos cursos profissionalizantes e tecnológicos no Ensino Secundário, pela primeira vez houve em 2006 um aumento do número de alunos; foram celebrados mais de 350 acordos com empresas e associações para formação profissional; e o número de centros de novas oportunidades chegaram aos 270 no final de 2006, quando a meta prevista para 2007 era de 250».
Não podemos deixar de considerar esta preocupação como salutar. Melhorar as competências dos portugueses é vital. Temos, no entanto, de ter presente que o impacto destas acções não surgirá no imediato. Só a médio de prazo se verificarão os seus benefícios. Importa, por isso, repescar as palavras de Peter Drucker quando defendeu que o elemento humano é para as empresas " a única vantagem sustentável" em relação às concorrentes. Não desperdicemos pois esta oportunidade de melhorar o capital humno do nosso país, seguramente um factor de aceleração e multiplicação do progresso económico, social e cultural.

6 comentários:

  1. veritas disse...

    Isso acho uma iniciativa louvável, prática e concreta.

    Bjs. Bom fim-de-semana.

  2. Ferípula disse...

    Ahora sí puedo leer. :)

    La educación es el termómetro de la salud de los pueblos.

    Fuerza! Yo también soy Docente.

  3. Pata Irada disse...

    José Manuel

    Tínhamos um candidato que fez sua campanha para a presidência focando que a educação era uma prioridade para resolver os problemas básicos do Brasil.
    É claro que ele não conseguiu se eleger. Os resultados são a longuíssimo prazo e todos querem um milagre imediato.
    Todos os demais candidatos pegaram o "gancho" quando viram que era óbvia a importância da educação no desenvolvimento do país.
    Hoje ainda os investimentos nessa área são quase inexistentes.
    Esperamos que agora, Lula cumpra o que prometeu em campanha.

    Obrigada pela visita lá no pata.

    Um ótimo final de semana
    SDS.

  4. migas (miguel araújo) disse...

    Caro José Dias
    De facto, esta é uma realidade que deve estar bem presente, reforçada e politicamente estruturada na sociedade de hoje, se queremos que o país se desenvolva e retome um importante lugar europeu. A formação e a qualificação dos recursos humanos é a chave para o desenvolvimento a todos os níveis.
    A questão é que em Portugal as soluções e as acções, sejam elas governamentais ou do tecido empresarial e científico/tecnológico, não são estruturadas, não são objectivas e consequentes. Diz-se muito, fala-se muito, faz-se muito pouco e o muito pouco que se faz é desarticulado e irrealista.
    Cumprimentos

  5. Silvia F. disse...

    Caro José Manuel Dias,

    Concordo que a formação seja uma prioridade para o desenvolvimento de um país. Apoio em absoluto iniciativas que visam qualificar a mão de obra de forma a tornarmo-nos competitivos... MAS infelizmente, este país não tem condições para as pessoas qualificadas, remetendo-as para empregos de 5ª categoria, a desmotivação logicamente não move o povo, logo estagnamos tal estátuas. Sabe o que os pássaros fazem às estátuas, certo? É o que os outros países da CE nos fazem constantemente...

    Obrigada pela visita, volte sempre!

    Cumprimentos

  6. Ao Luar disse...

    Olá bom dia :)
    vim agradecer a sua passagem no meu canto, depois do que li pelo seu, sinto-me lisonjeada :)
    Quanto ao seu porst... tenho conhecimento do que vai ser feito, começou pela certificação de competencias de adultos, embora não tendo a escolaridade obrigatória, atraves da vida profissional obtiveram os respectivos conhecimentos... agora a fastia é mais elevada :)
    volte sempre :)