A pior crise

Publicada por José Manuel Dias


A actual crise financeira desencadeada pelo colapso da bolha imobiliária, nos Estados Unidos, marca também o fim de uma era de expansão do crédito assente no dólar como a moeda de reserva internacional.É uma tempestade muito maior do que qualquer outra ocorrida desde o fim da Segunda Guerra Mundial. Para compreender o que está a acontecer, precisamos de um novo paradigma. Esse paradigma está disponível na teoria da reflectividade que propus pela primeira vez, há 20 anos, no meu livro "The Alchemy of Finance" (A Alquimia dasFinanças).
George Soros, Público, uma opinião que merece ser lida, aqui.

1 comentários:

  1. BaD disse...

    Apesar de enorme respeito que me merece o George Soros, e ate concordando que o Dolar possa deixar de ser a moeda ancora de todo o sistema cambial, diria que a morte do Dolar é ainda prematura...