25 de Abril

Publicada por José Manuel Dias


As mudanças sociais, verificadas em Portugal nas últimas quatro décadas, foram profundas e rápidas, mais rápidas que na maioria dos países europeus. Em certos casos, como na demografia, certas mudanças, medidas através dos indicadores socais clássicos, ultrapassaram mesmo os valores médios dos países vizinhos.
O sentido geral dessas mudanças sociais foi o da aproximação aos padrões europeus. Os indicadores demográficos, sociais e económicos portugueses parecem-se, cada vez mais, com os dos membros da União Europeia.
António Barreto, Tempo de Incerteza, Relógio d' Água Editores, Lisboa (2002)

3 comentários:

  1. José Alberto Mostardinha disse...

    Viva:

    Para se ter uma ideia do que o 25 de Abril representou para Portugal torna-se necessário conhecer a história das décadas anteriores a essa data.

    A morte (na guerra colonial) deu lugar á vida, as prisões (políticas) deram lugar á liberdade, a doença deu lugar á saúde, a fome deu lugar á fartura,
    o analfabetismo deu lugar á instrução.

    É preciso mais... não, é preciso muito mais.
    Mas vale a pena sermos optimistas.

    O "preto e branco" deu lugar a todas as cores do arco-iris.

    Viva o 25 de Abril... agora e sempre!

    Um abraço,

  2. veritas disse...

    Que viva a liberdade, sempre!

    Bom feriado.

  3. Entre linhas disse...

    Grandes mudanças,novos idealismos, outras liberdades,graças a este grande movimento de Abril.

    Bjs Zita